Abertura de Programa de Parcelamento Incentivado de débitos (PPI) na cidade de São Paulo

A Prefeitura de São Paulo vai instituir o Programa de Parcelamento Incentivado de 2021 (PPI 2021). A Lei sancionada em 26.05, permitirá aos contribuintes paulistanos regularizarem os débitos com o município com descontos significativos de juros e multas, podendo ser incluídos débitos atrasados de IPTU e ISS, entre outros, inclusive os inscritos em Dívida Ativa.

Não haverá remissão (perdão) de dívidas existentes, mas sim descontos nas multas e juros, da seguinte forma:

I – redução de 100% (cem por cento) do valor dos juros de mora e de 100% (cem por cento) da multa, na hipótese de pagamento em parcela única;

II – redução de 80% (oitenta por cento) do valor dos juros de mora e de 80% (oitenta por cento) da multa, na hipótese de pagamento parcelado.

O Decreto que definirá a data de abertura do PPI 2021 ainda não foi publicado, sendo possível a oficialização de adesão apenas após esta regulamentação.

O Briganti Advogados manterá vigilância quanto a publicação do Decreto e em tempo, informará quanto aos critérios e prazo de adesão.

Publicações relacionadas

Entrada na OCDE deve abrir Brasil ao mercado internacional, inclusive de escritórios de advocacia

A Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) aprovou o roteiro de adesão para que o Brasil ingresse no grupo. A OCDE é constituída por países de diferentes continentes com variados níveis de desenvolvimento econômico. Nessa perspectiva, quando concretizado os passos para se tornar efetivamente membro, a tendência é o mercado brasileiro se abrir internacionalmente em vários setores. O nosso sócio responsável pelo French Desk, advogado e copresidente da Comissão Franco-Brasileira da Ordem dos Advogados de Paris, Rodrigo Loureiro, em matéria para o jornal O…

Decreto Presidencial autoriza a prorrogação da suspensão dos contratos de trabalho e redução de jornada por até 120 dias

O Decreto Presidencial nº 10.422, de 13/7/2020, autoriza prorrogação da suspensão dos contratos de trabalho e redução de jornada por até 120 dias. Como havíamos antecipado, a Lei n.º 14.020, de 6/7/2020 não tinha prorrogado o prazo, mas autorizava a dilação por ato do Poder Executivo, o qual foi publicado no dia 13/7/2020. Com isso, as empresas poderão utilizar a suspensão dos contratos de trabalho e a redução de jornada e salário por até 120 dias. Os prazos iniciais eram: Para suspensão do contrato de…

O STF e a inclusão das receitas decorrentes de locação de bens imóveis nas bases de cálculo do PIS/Cofins

O Supremo Tribunal Federal tem previsão de julgar em breve o Recurso Extraordinário 599.658 com repercussão geral, ocasião em que analisará a (in)constitucionalidade da inclusão da receita decorrente da locação de bens imóveis nas bases de cálculo do PIS/COFINS, tanto para as empresas que tenham por atividade econômica preponderante esse tipo de operação, como para as empresas em que a locação é eventual e subsidiária ao objeto social principal, submetidas ao regime cumulativo ditado pela Lei 9.718/98, sob a sistemática do lucro presumido. Há entendimento…